Sábado, 07 de Novembro de 2009

O espírito encontra-se preparado para vir à terra para completar mais um ciclo de vida então pede a Deus O qual lhe concede.

 

Começa toda a preparação tem já o Guia Protector e o seu Anjo da Guarda começa a escolha dos seus pais, da vida que vai ter e o local onde irá nascer e acompanhado pelo Anjo da Guarda começa a fase do esquecimento o espírito tem que ser preparado pois terá que ter o tamanho do feto.

 

Tudo isto começa muito antes da concepção.

 

E na terra os pais encontram-se e chega o momento em que se dá a fecundação. Desde essa altura que há vida pois uma célula é vida e esta multiplica-se.

 

Só que o bebé é indesejado pensa-se no aborto. Pois julgam que apesar de ter alguns dias não tem o aspecto de um ser humano então não há quaisquer problemas.
 
Só que o espírito grita, deixem-me viver, mas ninguém o ouve.
 
Hoje em dia tanto se fala na despenalização do aborto e em clínicas próprias para o praticar que ninguém pensa que aquele feto necessita de alguém que o proteja e nesse momento não tem ninguém.
 
Quando se maltrata uma criança vêm sempre os pais em sua defesa e neste caso poderá haver alguém que se recuse a fazer o aborto e então o bebé nasce e nessa altura toda a gente fica feliz. É um bebé saudável. E o espírito teve a sua oportunidade de vir à terra completar mais um ciclo de evolução.
 
E aquele corpo cresce, fica velho e poderá ficar doente, muito doente, acamado numa cama do hospital, cheio de dores ligado às máquinas e grita que não quer mais viver, quer morrer e pede aos médicos que lhe desliguem as máquinas, não quer mais sofrer e novamente o espírito grita deixem-me viver eu necessito de mais tempo ainda não chegou a hora de partir e o seu Anjo da Guarda está lá, sempre esteve, só que aquele corpo não sabe disso só quer é morrer está farto de sofrer pede aos médicos, aos familiares e aos amigos que o ajudem a morrer e o espírito continua a gritar que ainda não chegou a hora e há sempre um médico que não liga ao que é pedido e tenta ajudar aquele corpo para que sofra o menos possível até que a morte chegue naturalmente.
 
Pois o espírito só abandona o corpo quando este não tem mais capacidade de sobreviver e o Anjo da Guarda está lá e nessa altura continua junto do espírito só o abandona quando ele for um espírito em evolução.
 
E a nossa sociedade, cada vez mais vê o aborto e a eutanásia como uma solução para todos os problemas, como se a vida de um corpo não fosse mais do que só um corpo.
 


publicado por isabel-maria às 23:02
mais sobre mim
Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


subscrever feeds
blogs SAPO

CC-BY-NC.png
"CC-BY-NC" por Heflox - Obra do próprio. Licenciado sob CC0 via Wikimedia Commons.