Sábado, 14 de Janeiro de 2012

Todos os sofrimentos da humanidade quer sejam misérias, decepções, perdas de entes queridos ou doenças, têm a sua consolação na esperança de um dia melhor, na fé e na confiança, na justiça de Deus e que Jesus Cristo nos ensinou.

 

Aqueles que não acreditam na imortalidade do espírito ou que simplesmente duvidam, o seu sofrimento poderá ter um peso superior ao do seu corpo.

 

Para estes não existe esperança que possa aliviar as suas amarguras.

 

Jesus ensinou aos homens como viver na lei do amor e da caridade e é um dever da humanidade tentar cumprir esses ensinamentos.

 

Jesus um dia disse que se o amavam guardassem os seus ensinamentos e Ele iria rogar ao Pai que nos desse outro consolador, para que fosse enviado em Seu Nome, para nos ensinar todas as coisas e nos fazer lembrar de tudo o que nos transmitiu quando esteve na Terra.

 

Naquela altura o mundo ainda não estava preparado e Jesus Cristo não pode dizer tudo. E para o consolador nos fizesse lembrar dos Seus ensinamentos é porque a humanidade se esqueceu ou não compreendeu tudo aquilo que Ele transmitiu.

 

E para cumprir a promessa de Jesus, surgiu o espiritismo no tempo certo.

 

Através do espiritismo é ensinado e compreendido tudo o que Jesus Cristo só disse em parábolas.

 

Ensina-nos a compreender melhor o sentido da vida, traz uma consolação a todos os que sofrem ao dar uma causa justa e um objectivo útil a todas as dores.

 

Um dia Jesus disse: “Bem – Aventurados os aflitos, porque eles serão consolados”.

 

E muitos poderão pensar como se poderá ser feliz por sofrer se não se sabe porque se sofre ou não conseguem perceber esse sofrimento.

 

Mas através do espiritismo nós aprendemos que a causa de todos esses problemas está nas nossas existências anteriores e que se hoje estamos neste planeta é para resolvermos aquilo que não fomos capaz no passado, porque não podemos esquecer que a vida que temos foi aquela que pedimos a Deus e Ele nos concedeu.

 

Temos que aprender que o sofrimento não é mais do que uma crise que nos leva à cura, que é como uma purificação que assegura a nossa felicidade nas existências futuras.

 

Quando o homem tem este conhecimento compreende que merece sofrer e que esse sofrimento é justo.

 

Pois sabe que ele ajuda a sua evolução, aceitando-o sem revolta.

 

Fica com uma fé inabalável no futuro, a importância dos bens materiais perde-se no horizonte porque a perspectiva da felicidade que o espera dá-lhe a paciência, a resignação e a coragem para ir até ao fim do caminho.

 

Com estes ensinamentos que o espiritismo nos dá é realizado o que Jesus disse do consolador prometido: conhecimento das coisas, que faz o homem saber de onde vem, para onde vai e porque está na Terra, lembrança dos verdadeiros princípios da lei de Deus e a consolação pela fé e pela esperança.



publicado por isabel-maria às 17:46
mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


subscrever feeds
blogs SAPO

CC-BY-NC.png
"CC-BY-NC" por Heflox - Obra do próprio. Licenciado sob CC0 via Wikimedia Commons.