Sábado, 12 de Junho de 2010

Olá irmão

 

Antes de nascermos nós escolhemos os nossos pais, o que queremos ser, onde queremos viver e já nessa altura temos o nosso Anjo da Guarda e Guia Protector.

 

E trazemos todos uma missão.

 

E quando nascemos temos todo o amor e atenção da nossa família e enquanto crianças tudo é alegria brincamos e rimos sem nos preocuparmos com o que poderá ser o dia de amanhã.

 

Então vamos crescendo e começamos a perder essa alegria e começamos a preocupar-nos com os problemas que nos surgem. Tornamo-nos egoístas e só pensamos em nós queremos viver bem, ter dinheiro e muitas vezes não olhando quem podemos prejudicar para atingir o nosso objectivo. Tornando-nos obcecados pelo poder, ganância de ganhar cada vez mais sem olharmos sequer ao nosso irmão que poderá estar mesmo ao nosso lado e a passar por grandes dificuldades e sofrimentos.

 

Nada nos importa.

 

Não sabemos ser humildes, esquecemo-nos do que é a caridade. Não sabemos perdoar aqueles que nos querem mal e quando temos alguma contrariedade vamos muito facilmente abaixo.

 

Esquecemo-nos de quando éramos crianças. Esquecemo-nos que ao nascermos trouxemos a tal missão. Esquecemos que temos que ter fé, confiança e força para superarmos todos os nossos obstáculos.

 

Esquecemos que Deus existe nem nos lembramos sequer que temos o nosso Anjo da Guarda e Guia Protector que tentam ajudar-nos e falam connosco, mas nem sequer sonhamos, isso porque estamos tão absorvidos com a nossa ganância e com a vida material que não ouvimos o que nos dizem.

 

E um dia por acidente ou doença morremos. E nem nos apercebemos porque aquilo que somos hoje, continuamos a sê-lo amanhã.

 

Continuamos obcecados pelo trabalho, dinheiro e família e nunca nos lembramos que Deus existe e sofremos desnecessariamente. Porque quando estamos na Terra somos almas encarnadas. Temos o nosso espírito que é a nossa força, o nosso corpo carnal porque só assim podemos viver na Terra e que está envolvido pelo corpo espiritual ou perispirito que nós não vemos.

 

Nós somos todos filhos de Deus feitos à sua imagem e semelhança.

 

E quando a morte do corpo se dá, o nosso espírito sobrevive, é eterno, só que nós não sabemos e quando passamos a ser almas desencarnadas sofremos, porque desconhecemos a morte do corpo, continuamos a sentir as dores da nossa doença ou do acidente que poderá ter causado a morte do corpo e pensando sempre no dinheiro nas coisas que temos para fazer, nos bens que temos, na nossa família e como nesta situação nos deslocamos à velocidade do nosso pensamento poderemos pensar que estamos ouvindo a voz de algum familiar e deslocamo-nos e poderemos ir parar a algum local bem distante daquele onde vivíamos e falamos com as pessoas e não obtemos respostas porque não nos ouvem e continuamos a sofrer as dores do nosso corpo porque o nosso perispirito ainda tem a forma do nosso corpo físico e continuamos a não saber ouvir o nosso Anjo da Guarda e Guia Protector que sempre estiveram ao pé de nós e nunca nos abandonaram.

 

E o tempo passa e não ouvimos a palavra de Deus. Sempre agindo como na Terra obcecados pelas coisas materiais.

 

Então temos que saber parar e pensar porque é que falamos com alguém e não obtemos resposta?

 

Porque vamos para todo o lado sem qualquer meio de transporte?

 

Porque é que não nos vêem?

 

É porque algo se passou.

 

Nós passamos a ter a nossa vida em espírito e temos que saber que nos deslocamos à velocidade do pensamento e que podemos comunicar com os outros espíritos através do pensamento.

 

Temos que saber ouvir o nosso Anjo da Guarda que continua a acompanhar-nos e temos que ver que as dores do nosso corpo espiritual já não têm razão de existir porque é a percepção que nós temos do nosso corpo material.

 

Não podemos ter medo. Não podemos pensar que Deus nos vai julgar.

 

Deus é amor.

 

Nós é que nos vamos julgar.

 

Tudo nos vai ser mostrado como num filme toda a nossa vida na Terra e seremos nós que vamos analisar todos os erros que cometemos.

 

Temos que aceitar a morte do nosso corpo e desligarmo-nos da vida material, da nossa família e compreender que ainda temos muito que aprender porque estamos sempre em constante evolução e que após o nosso perispirito compreender a morte do corpo, que se tenha desligado dos bens materiais e familiares, passa a espírito em evolução ouvindo e aprendendo a palavra de Deus. 



publicado por isabel-maria às 17:03
mais sobre mim
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


blogs SAPO

CC-BY-NC.png
"CC-BY-NC" por Heflox - Obra do próprio. Licenciado sob CC0 via Wikimedia Commons.