Sexta-feira, 24 de Outubro de 2008

O mundo é infinito, logo uma coisa infinita não tem principio nem fim.

 

Mas costumamos dizer que tudo tem um princípio meio e fim.
 
Se nos analisarmos, nós temos um espírito que é infinito e um corpo finito, logo o nosso espírito eterno não tem principio nem fim mas vive num corpo que tem um princípio e fim porque há um ciclo de vida que nasce, vive e morre mas também não tem fim, porque se transforma noutra matéria.
 
Poderá dizer-se que para tudo existe um ciclo, que quando chega ao fim se transforma noutra coisa por isso, nada tem fim.
 


publicado por isabel-maria às 23:30

 No mundo não existe nada que seja nada.

 

Tudo tem o seu significado e tudo existe com uma finalidade por muito pequena que seja.
 
Tudo tem uma função.
 
Quando alguém pergunta – o que é que tens e nós respondemos não é nada – é alguma coisa senão ninguém perguntava o que tínhamos.
 
Num sitio onde alguém pergunta o que existe lá e se responde nada, alguma coisa existe, porque no sitio onde aparentemente não há nada alguma coisa há – um espaço vazio por muito insignificante que seja ele existe porque faz falta por isso, o nada não existe.


publicado por isabel-maria às 23:22
mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
25

26
28
29
30
31


subscrever feeds
blogs SAPO